Sexta-feira, 25 de Abril de 2008

Causa e efeito

Quantas vezes bloqueamos a espontaneidade das crianças, esquecendo-nos do quanto isso nos doeu na nossa infância...Quantas vezes exigimos mais maturidade dos adolescentes sem lembrarmos o que passamos quando nos exigiram isso...Quantas vezes nos queixamos dos colegas de trabalho e não nos perguntamos se eles também têm queixas sobre nós...Quantas vezes nos irritamos nas ruas sem perceber que nossa irritação também causa mal aos outros...Quantas vezes queremos implantar paz na família expressando-nos aos berros...Quantas vezes esperamos dos nossos parceiros o que não estamos dispostos a dar-lhes...Quantas vezes esperamos dos nossos filhos o que não demos aos nossos pais...Quantas vezes esperamos dos nossos pais o que não damos aos nossos filhos...Quantas vezes perdemos a paciência com idosos, esquecendo que a velhice chega para todos...Quantas vezes repelimos animais e nos comportamos como seres irracionais...Quantas vezes pedimos aos amigos coisas que não gostaríamos que eles nos pedissem...Quantas vezes, na maior parte da vida, deixamos a vida passar sem senti-la no coração...Afinal, quantas vezes você já pensou em reverter tudo isso? Uma sugestão: que tal hoje?
publicado por zema_producao às 22:22
link do post | comentar | favorito
|

..

Prepare-se para investir seu primeiro milhão e cem!

.Cursos 24 Horas

.Rádio Alfa

.pesquisar

 

.Junho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Cursos 24 Horas

.arquivos

. Junho 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.O Tempo

O tempo
Primeiro veja a animação... Depois leia o texto.


O Tempo

D+ né? Não precisa mesmo de palavras...


Tudo tem a sua ocasião própria, e há tempo para todo propósito debaixo do céu.
Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;
Há tempo de adoecer, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar;
Há tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar;
Há tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntá-las; tempo de abraçar, e tempo de abster-se de abraçar;
Há tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de jogar fora;
Há tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar;
Há tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz.

'O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem.
Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis.'

.Visita

online

.posts recentes

. LIMPANDO O CORAÇÃO

. Há momentos em nossa vid...

. Os benefícios do do-in

. Vendo Fantasmas

. Tentamos tomar o lugar de...

. O Telefone

. Movendo o sofá!!!

. Paz

. A Última Trombreta

. Pensamento

.arquivos

. Junho 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

Escolha na lista abaixo a música que prefere ouvir e depois clique em TOCAR :

blogs SAPO

.subscrever feeds